Cirurgia Oral

Tem alguma dúvida sobre cirurgia oral? Aqui na Odontologia Wolcoff você conta com os melhores profissionais em cirurgias e outras áreas.

Quero Agendar

Cirurgia Oral

A importância da saúde bucal é algo muito difundido atualmente: vemos diariamente o quanto a prevenção e os cuidados de higiene dental são fundamentais para a autoestima e saúde como um todo. Assim como em outras profissões da saúde, a odontologia possui especialidades para cada tipo de problemas odontológicos, que muitas vezes vão além destes cuidados de prevenção e higiene. A cirurgia oral é uma destas especialidades e abrange vários tratamentos odontológicos essenciais para a manutenção da saúde bucal. Confira abaixo tudo sobre a cirurgia oral e seus tratamentos:

O que é a cirurgia oral

Como dissemos acima, a cirurgia oral é uma especialidade dentro da odontologia que contempla as intervenções cirúrgicas (invasivas) em tratamentos de doenças ou traumatismos localizados nos ossos e na face. De maneira mais simples, a Cirurgia oral é a especialidade relacionada às cirurgias em dentes, cavidade oral e face. O objetivo da cirurgia oral, assim como outras áreas da odontologia, é reabilitar a saúde e o bem-estar do paciente, seja por questões funcionais ou estéticas. Existem vários tipos de cirurgia oral; algumas podem ser realizadas em consultório, outras exigem uma estrutura de maior porte para sua realização.

Tipos de cirurgia oral

Traumatologia: relacionadas às intervenções que visam a redução, contenção e estabilização de fraturas dos ossos da face e dos dentes. No caso de ossos da face, podem ser utilizados placas e parafusos para a fixação do osso fraturado. A gravidade do trauma pode variar muito, mas normalmente são causados por acidente automobilístico. Lesões durante a prática de esportes, quedas e acidente por arma de fogo também são causas possíveis de trauma, porém este tipo de cirurgia oral não é realizado em consultório.

Implantodontia: a colocação de implantes dentários é um tipo de cirurgia: os implantes (que são cilindros de metal) são fixados no osso por meio de cirurgia com o objetivo de substituir raízes nervosas perdidas.

Enxertia: a enxertia é o procedimento cirúrgico no qual fragmentos de tecido ósseo (que podem ser do próprio paciente, doados ou sintéticos) são reposicionados para complementar perdas de tecido ósseo alveolar. Este procedimento é um adjuvante importante na implantodontia.

Ortognática: são as cirurgias de realinhamento dos ossos da mandíbula e maxila.

Disfunção temporomandibular: o tratamento cirúrgico da disfunção temporomandibular normalmente consiste na integração da ortodontia com a cirurgia oral.

Cirurgia oral menor: são procedimentos simples, realizados em consultório e com anestesia local, que envolvem dentes, gengivas, bochechas e ossos. Como exemplo de cirurgias desse tipo temos a extração de dentes (incluindo o siso), remoção do freio labial, remoção do freio lingual, cirurgias estéticas na gengiva (como em casos de excesso gengival), retirada de granulomas e cistos, tratamento de infecções faciais, retirada de excesso de tecido ósseo e biópsias na cavidade oral.

O que é importante saber ao realizar uma cirurgia oral

Ao realizar um tratamento odontológico cirúrgico, o primeiro passo é escolher um profissional especializado competente e com habilidades técnicas – profissional este que irá realizar uma minuciosa investigação sobre o paciente. O histórico, seu estado de saúde atual e o resultado de exames complementares devem ser fatores considerados na avaliação do paciente. É a partir dessa avaliação que o profissional irá traçar um plano de tratamento, vai definir os procedimentos necessários e os resultados esperados - este primeiro momento é muito importante e decisivo para o sucesso da cirurgia.

Outro fator determinante para o sucesso da cirurgia oral é seguir à risca as orientações e recomendações do cirurgião responsável. Cada tipo de cirurgia demanda cuidados diferentes, assim como é diferente o tempo de evolução de cada paciente, porém alguns cuidados são comuns a todas as intervenções:

  • Manter a higiene da ferida cirúrgica, para evitar a ocorrência de infecções;
  • Tomar as medicações prescritas nos horários e de forma correta;
  • Evitar alimentos em temperatura alta, de consistência dura ou que esfarelam. A alimentação deve ser fria ou em temperatura ambiente, de consistência líquida ou pastosa;
  • Invista na ingestão de água e sucos;
  • Evitar cigarro e bebidas alcoólicas;
  • Evitar exercícios físicos, o ideal é ficar em repouso.
  • Indicações para a cirurgia oral

  • Perda de um ou mais dentes;
  • Insuficiência de tecido ósseo para implantes dentários;
  • Desalinhamento da mordida – quando as arcadas não se alinham ao fechar a boca;
  • Presença de disfunção temporomandibular (DTM), que é um mal funcionamento da articulação temporomandibular e suas estruturas anexas;
  • Cáries graves, fraturas dentárias, necrose da polpa do dente, doença periodontal grave, dentes mal posicionados, supranumerários ou inclusos – todas essas indicações de exodontia (extração de dentes).
  • Presença de abscessos, nódulos ou cistos na cavidade oral.

    Estes são apenas alguns exemplos de indicações para a cirurgia oral – essa é uma área bastante abrangente e pode ser indicada em inúmeros casos, a depender da avaliação do cirurgião dentista.

  • Existem contraindicações para a cirurgia oral?

    Não existem contraindicações absolutas para a realização de cirurgia oral. Pacientes de qualquer idade podem se submeter aos procedimentos, desde que se enquadrem nos requisitos necessários para a cirurgia e estejam em boas condições de saúde. Por meio da avaliação e dos exames complementares, o profissional avalia e pondera quais os riscos em realizar o procedimento. Algumas alterações de saúde que podem inviabilizar a cirurgia, mesmo que momentaneamente, são:

  • Diabetes não controlada;
  • Doenças cardíacas e alterações de pressão arterial não controladas;
  • Deficiência de fatores de coagulação;
  • Gestação (a depender do caso).
  • A cirurgia oral é uma área bastante complexa da odontologia e, como as demais, exige grande capacitação e perícia do profissional cirurgião. Para que seu tratamento seja ainda mais seguro, confortável e tranquilo, a Odontologia Wolcoff conta com os melhores profissionais na área de cirurgia oral, sempre dispostos a sanar suas dúvidas.

    Agende aqui sua consulta e saiba mais sobre esse e outros tratamentos, além de conhecer nosso espaço, que possui equipamentos de ponta e sempre dentro dos mais rígidos padrões de segurança.


    Agende uma consulta, ligue: 41 3206.4241

    AGENDAR
    Agende seu horário
    Enviar via WhatsApp