Bichectomia

Tem alguma dúvida sobre bichectomia? Aqui na Odontologia Wolcoff você conta com os melhores profissionais em bichectomia e outras áreas.

Quero Agendar

Bichectomia

Atualmente, muito tem-se falado sobre a bichectomia, mas você sabe o que é exatamente este procedimento? Confira abaixo tudo sobre a cirurgia e o que esperar dela.

O rosto é nosso cartão de visitas: é por ele que expressamos nossas emoções e individualidade; reconhecemos as pessoas e seus estados emocionais. Por ser uma região tão importante e sensível do nosso corpo, tem importância fundamental na construção de nossa autoestima. Mais do que somente questão estética, sentir-se bem com a aparência facial é essencial para a saúde como um todo.

Na busca pelo bem-estar e harmonia faciais, existem vários tratamentos para diferentes incômodos: cirurgias como a otoplastia (para correção de “orelha de abano”), a rinoplastia (para remodelar o nariz) e tratamentos estéticos como preenchimentos são alguns exemplos. Um dos procedimentos mais procurados é a Bichectomia, cirurgia simples que remodela o contorno facial.

O que é a Bichectomia?

A Bichectomia consiste na retirada de tecido adiposo da região da bochecha: este tecido tem o nome técnico de bola de Bichat (por isso o nome Bichectomia) e se localiza em sua parte mais inferior, abaixo das maçãs do rosto. Pela própria constituição física e condições hereditárias, muitas vezes as bolas de bichat são excessivamente cheias e arredondadas, o que dá ao rosto um aspecto arredondado e de excesso de peso.

Além disso, esta gordura não é eliminada com dietas e exercício físico. A retirada das bolas de bichat proporciona ao rosto uma aparência mais esguia e esculpida, com as maçãs do rosto mais proeminentes e a linha da mandíbula e do pescoço mais definida.

Como é a cirurgia?

A Bichectomia é um procedimento relativamente simples, realizado em consultórios odontológicos e tem duração de 40 minutos a 1 hora. O corte é realizado pelo interior da boca, o que não deixa cicatrizes aparentes, mas ao mesmo tempo exige um pós-operatório mais cuidadoso. A anestesia pode ser local ou anestesia local mais a sedação.

Apesar de ser considerado um procedimento fácil e simples, é imprescindível que seja realizado por profissionais competentes e capacitados. As bolas de Bichat se localizam em uma região próxima de duas das ramificações do nervo trigêmeo (nervo que percebe as sensações da face) e uma lesão deste nervo pode acarretar sequelas permanentes no rosto. Além disso, o profissional deve ser qualificado para determinar a quantidade de gordura a ser retirada para criar uma harmonia facial.

Quem pode realizar

A bichectomia não é somente realizada por motivos estéticos, é realizada também por motivo funcional, pois dependendo do volume das bolas de bichat, elas podem atrapalhar as funções orais como a mastigação, acarretando alterações bucais. O profissional apto a realizar essa avaliação e o procedimento é o cirurgião dentista, desde que qualificado para tal, realizando assim o procedimento de maneira segura e eficaz.

Indicações

A bichectomia é uma cirurgia indicada para quem:

  • Está insatisfeito com o volume das bochechas;
  • Possui baixa autoestima e insegurança em relação à aparência facial;
  • Possui falta de harmonia facial:
  • Possui aumento no volume do rosto mesmo sem excesso de peso;
  • Pessoas que desejam afinar o rosto;
  • Pessoas que apresentam lesões repetitivas por mordeduras na parte interna das bochechas.
  • Pessoas com bochechas volumosas que podem atrapalhar a fala e mastigação.
  • Contraindicações

    O procedimento de retirada das bolas de Bichat possui poucas contraindicações. São elas:

  • Pessoas com o rosto muito magro;
  • Gestantes;
  • Pacientes com problemas no fígado, rins ou coração;
  • Pacientes que tenham recebido radioterapia na região;
  • Pacientes com infecção local ou sistêmica.
  • Pré-operatório

    O pré-operatório para realização da Bichectomia normalmente é simples: os exames necessários irão depender da idade e estado geral do paciente. Na maior parte das vezes são solicitados exames de sangue (hemograma, coagulograma e glicemia). A alimentação no dia do procedimento deve ser leve, respeitando as recomendações do profissional.

    Pós-operatório

    A recuperação da Bichectomia leva em torno de 14 dias. Alguns pacientes podem apresentar edema (inchaço) e hematomas no local, o que é normal. Neste período, alguns cuidados são necessários:

  • Nos 3 primeiros dias após o procedimento, a alimentação deve ser leve e na temperatura fria, evitando alimentos cítricos;
  • Deve-se evitar a exposição ao sol, para evitar sangramentos;
  • É indicada a realização de compressas frias no local no primeiro dia da cirurgia;
  • É indicado gargarejo com antisséptico bucal (12 horas após a cirurgia);
  • Não há necessidade de repouso completo ou inatividade, normalmente o paciente volta às atividades no dia seguinte. O recomendado é repouso leve, evitando esforço físico;
  • Pode ser realizada a drenagem linfática facial, que auxilia e diminui o tempo de recuperação.
  • Complicações

    Como em toda cirurgia, a Bichectomia também é um procedimento com risco de complicações, mais relacionadas à falta de cuidados pós-operatórios e qualificação do profissional. São elas:

  • Infecções
  • Inchaço prolongado
  • Acúmulo de fluído
  • Má cicatrização
  • Lesão no nervo trigêmeo
  • Lesão no duto salivar
  • Assimetria facial
  • Dor persistente.
  • Resultados

    Logo após o procedimento, já é possível perceber as bolas de Bichat menos cheias. Após alguns dias, com a diminuição do inchaço, também é possível perceber resultados, mas os efeitos definitivos da cirurgia podem levar até 90 dias, pois as bochechas gradualmente esculpem a nova aparência. Os resultados dependem de vários fatores, como a própria constituição do paciente e dos cuidados pós-operatórios.

    Deve-se lembrar que a Bichectomia é uma cirurgia individualizada; não se deve comparar resultados e criar expectativas a partir destes. Um profissional qualificado irá avaliar o rosto de cada paciente, suas necessidades e expectativas e, a partir disto, determinar todo o procedimento, para que não haja perda da naturalidade e harmonia facial.

    Associação com outros procedimentos

    A cirurgia de Bichectomia pode ser associada a outros procedimentos para uma melhor harmonia facial, como por exemplo preenchimento com ácido hialurônico discreto na região das maçãs do rosto (que ressalta ainda mais o afinamento do queixo) e em outras regiões e lipo de papada, procedimentos também simples e eficazes.

    Preço

    O preço de um procedimento de Bichectomia envolve o custo das instalações, taxa de anestesia, o trabalho do profissional cirurgião e exames médicos. Também há o custo com medicações prescritas e tratamentos pós-operatórios como a drenagem linfática, se for de escolha do paciente. As variações de preço se dão por fatores como a região na qual é ofertado o serviço, mas principalmente pela qualidade, qualificação e experiência do profissional.

    Considerando que a bichectomia é um procedimento relativamente simples, pouco invasivo, com recuperação rápida e que traz grande melhoria na autoestima e consequentemente na saúde do paciente, a cirurgia é de excelente custo/benefício.

    Ficou com dúvidas ou quer saber mais sobre a Bichectomia? Clique aqui e saiba mais sobre este e outros procedimentos oferecidos pela Odontologia Wolcoff

    Agende uma consulta, ligue: 41 3206.4241

    AGENDAR
    Agende seu horário
    Enviar via WhatsApp